Quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Andei lendo algumas coisas que escrevi há algum tempo e achei dramático demais, uma porcaria.

Eu estou cansada e deprimida. Tenho algumas ideias e coisas que tenho vontade de fazer, mas a vontade não é suficiente. O cansaço é grande demais. Passo o dia inteiro deitada.

Há alguns dias, eu deveria ter ido ao salão para arrumar meu cabelo, mas não consegui ir. Estava exausta e me sentindo feia demais para sair, nenhuma das minhas roupas serve mais… Isso piorou tudo. Até aquele dia eu estava um pouco mais esperançosa.

Acho que quando alguém está com depressão, pequenos problemas parecem obstáculos insuperáveis.


Eu também não consigo mais ficar nessa maldita casa.
Não aguento meu pai.
Não aguento minha mãe.
Eles não entender porra nenhuma do que eu falo. Eu não acho que eu sou inteligente, mas acho que eles são burros.

E estou indo em uma merda de psiquiatra do HC da USP e do Albert Einstein para quê? Ela não me ajuda em nada.
Ela é extremamente bagunçada com os horários e sequer me avisou que ia sair de férias. Eu tento falar com ela sobre a medicina e não sou compreendida, afinal, ela é tão classista quanto todos os outros. Ela não sabe o que é parto humanizado e acha que hipnose é algo válido. Urgh, eu não aguento esse tipo de coisa, eu não aguento.

MUITOS BLOGS

Eu estou pensando se importo o conteúdo dos meus blogs antigos pra este aqui. Sei lá se faço isso ou não. Acho que a vontade de fazer isso é mais pressa de aumentar a quantidade de posts do que qualquer outra coisa. Vai ver, quem sabe, eu importe alguns posts e outros eu republique, fazendo algumas alterações. É, talvez seja melhor assim.

Ou talvez eu não importe nem republique nada antigo e pronto.

Também estou me perguntando se devo voltar a tentar escrever sobre a minha faculdade no meu outro blog.
Não sei se faz muito sentido, porque eu estou com o curso trancado (risada amargurada) e porque 0% da população concorda com as minhas opiniões sobre a medicina, mas eu me sinto bem escrevendo. E não é como se alguém fosse ler essas merdas anyway.


Tentei fazer miniaturas com papel machê. Não deu certo. Ok, confesso que não tentei com muito empenho, desisti em alguns minutos, I am too tired for this shit.
Eu gosto de casas de bonecas, vejo miniaturistas do instagram fazendo várias coisas bonitas. Elas são fofas de um jeito meio creepy e o processo todo parece uma boa oportunidade de bancar a arquiteta (sdds The Sims). Fazer miniaturas e dollhouses não parece ser um hobby muito comum no Brasil, infelizmente. Não sei bem como começar. Se bem que, na verdade, a dificuldade com o começo é um problema comum a quase todos os hobbies, não?

Talvez eu deva me esforçar um pouco a ler livros sobre escrita, agora que voltei a escrever. Isso ajudaria. Normalmente eu só vou escrevendo uma frase super-curta e cheia de vírgulas depois da outra (com a ajuda ocasional do dicionário de sinônimos). Eu também deveria relembrar um pouquinho das aulas de português. Eu costumava sentir orgulho por saber usar a crase corretamente, mas em algum momento dos últimos anos esse conhecimento sumiu da minha cabeça.


Eu sei, estes são os posts mais tediosos ever.

I am sorry.


N.